sábado, 27 de setembro de 2008

O "marxismo azul" ?

__________________________________________

Estamos perplexos com esta inversão de "credos":
O próprio Bush - corifeu personificador do primado do Mercado sobre o Estado - a querer estatizar a "catástrofe!":)))))))))))))

3 comentários:

Anónimo disse...

Os crentes no "progresso" da humanidade, estão fiados na vitória do Obama. Mas uma nação que elegeu um Bush e pelos vistos traz em alta a Sara Barracuda mais o velho herói do Vietnam,vai tornar a meter a pata na poça dos republicanos.
E mesmo que Obama ganhe, não creio que, para além de transposto o preconceito racial, as coisas se modifiquem muito.

C. R.

samartaime disse...

Mas... claro que sim!... rsrsrsrs
Onde queria que eles fossem arranjar dinheiro???

Estamos em situação de «falta de dinheiro»?
Pois muito bem:

primeiro, chamam-se uns economistas e financeiros competentes em engenharia financeira de excelência;

segundo, manda-se que deslocalizem a «falta» para um lado e o «dinheiro» para outro;

terceiro, nacionaliza-se a «falta»;

quarto, privatiza-se o «dinheiro».

E já está: o estado (nós) fica com a «falta» e os privados do costume com o «dinheiro».

Aqui tem o «marxismo azul» de que fala o sublime emérito Bush!

«É simples, é barato e dá milhões»

Logros disse...

Samartaime,

Era bom que nos "States",(e noutros reinos da primazia feroz do Mercado) que têm "catálogos" severos em matéria penal, descobrissem responsáveis nominais.

Ou, como sempre, O SISTEMA, desculpa tudo?